5 dicas para aumentar a sua produtividade no home-office

Home OfficeHome OfficeHome Office

O home-office é uma das modalidades de trabalho que mais aumenta no Brasil. A pesquisa “Tendências de Marketing e Tecnologia 2020: Humanidade redefinida e novos negócios” prevê um crescimento de 30% no trabalho remoto no país para os próximos anos.

Informações semelhantes são apresentadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), demonstrando que o trabalho em casa ou até mesmo em outros espaços, como o coworking, cresceu 21,1% entre os anos de 2017 e 2018.

Diante deste cenário, várias empresas buscam aderir ao home office e, para isso, estão revendo seus processos internos, refletindo sobre novas maneiras de usar a tecnologia.

Mas o home office é um velho aliado de trabalhadores autônomos e profissionais freelancers, que preferem a modalidade de trabalho em suas próprias casas ou em espaços alternativos, para reduzir custos com estabelecimentos físicos.

Diante disso, os escritórios caseiros para home office já se apresentam como uma excelente alternativa para aquelas pessoas que empreendem seus próprios negócios ou procuram um modelo de trabalho que fuja da tradicional fórmula das grandes empresas.

Aliás, essa nova concepção de trabalho mostra o quão vantajosa ela pode ser para o setor empresarial, pois além de reduzir custos, como aluguel, contas de água e luz, entre outros tributos, também ajuda a estimular a economia.

Com o avanço da internet, hoje qualquer empresa tem condições de aderir ao home office: desde freelancers, até uma grande fábrica de móveis planejados, com venda online.

Porém, para ter resultados efetivos com o trabalho remoto, é necessário manter uma boa capacidade de produção e autocontrole, já que muitas tarefas domésticas podem atrapalhar o rendimento em casa.

O artigo de hoje vai mostrar 5 dicas para aumentar a sua produtividade no home office e conquistar bons resultados com esta modalidade. Acompanhe a leitura!

1 – Crie um cronograma das atividades

Normalmente, quando se realiza atividades em uma empresa, temos um cronograma organizado, com os horários de entrada e saída do trabalho, bem como intervalos (horário de almoço, por exemplo). O mesmo vale para o trabalho home office.

Assim, seja um profissional autônomo, freelancer ou uma empresa, antes de implantar o trabalho remoto, é importante ter uma definição de horários de trabalho, bem como uma agenda a ser cumprida. Tudo para evitar o comprometimento da produtividade.

Em alguns casos, as franquias home based costumam ter uma relação direta do tempo com o lucro. 

Isso quer dizer que o empreendedor que trabalha várias horas é capaz de atender mais clientes e, como consequência, ter um faturamento melhor.

Mas, lembre-se que o excesso de atividades pode prejudicar a qualidade ofertada. Portanto, o recomendável é estabelecer uma jornada máxima de trabalho com no máximo 8 horas diárias – a mesma média dos trabalhos fora de casa.

Para te ajudar no controle do tempo, invista em relógios na parede do seu escritório caseiro, ou tenha um papel de parede no computador com as descrições de suas atividades diárias. 

Busque por uma loja de papel de parede em sp que possa te ajudar a encontrar o revestimento ideal para colocar lembretes.

No caso dos empregadores, existem algumas ferramentas de gestão de pessoas capazes de controlar o tempo que os funcionários passam cumprindo as atividades. Use-as a seu favor, também para gerir o tempo contratual de cada empregado.

2 – Tenha um ambiente adequado

Ter um ambiente adequado para o trabalho home office faz muita diferença na produtividade. Afinal de contas, o local irá influenciar na sua rotina, além de ajudar na autogestão do seu tempo e na organização das suas atividades.

O primeiro passo é buscar móveis confortáveis, como uma cadeira charles eames escritório

Grande parte do trabalho home office é feito na frente do computador e, por conta disso, os profissionais permanecem sentados por longas jornadas. Daí a importância de uma cadeira ergonômica, para evitar lesões por repetição e dores no corpo.

Importante destacar que o ambiente também precisa ser o mais organizado possível. Por isso, uma boa maneira de ter um espaço adequado ao home office é buscar por móveis planejados para escritório caseiro, como mesas, prateleiras, estantes e armários.

Fora a organização, os móveis planejados também colaboram com o trabalho home office, porque oferece às seguintes vantagens:

  • Melhor racionalização do espaço;
  • Distribuição agradável das estruturas no ambiente;
  • Sofisticação e harmonia do cômodo;
  • Aparência mais profissional;
  • Maior durabilidade e resistência dos móveis.

Atualmente, existe a possibilidade personalizar os móveis, de acordo com os gostos e preferências de cada morador. Assim, o seu escritório pode ter um tom mais formal ou mais despojado, dependendo de quais móveis planejados preços acessíveis escolher.

3 – Desligue as redes sociais e outros distrativos

Por trabalhar diretamente na internet, é fácil se distrair em determinadas situações. Por isso, para manter a produtividade, o ideal é se afastar das redes sociais pessoais e de outras distrações, como a televisão.

Até mesmo as tarefas domésticas podem atrapalhar o seu rendimento. Mesmo que você precise fazer algo com urgência, como a limpeza do seu carpete em manta, deixe para realizar esses afazeres após o expediente de trabalho.

Em casa, as distrações estão por todos os lados, e deixar se levar por elas pode ser um sinal que o seu rendimento daquele dia irá cair.. 

Diante disso, procure criar uma rotina, não somente se afastar das redes, televisão e trabalhos domésticos, mas ter um canto em casa onde essas distrações não estão presentes.

Caso a sua residência não disponha de um local próprio para um escritório, é possível montar um cantinho de home office adaptado, como uma sala planejada apartamento com uma mesa de trabalho, que não dê visualização para a TV.

Ao dividir a casa com outras pessoas, é importante que os moradores também tenham ciência dos seus horários de trabalho, para não haver incômodos.

Pais e mães que trabalham em casa, também podem adaptar os espaços para o home office, sem descuidar das crianças. 

Para isso, vale a pena entrar em contato com uma loja de planejados e procurar um projeto ideal, conforme às suas necessidades.

4 – Tire o pijama

Muitas pessoas acreditam que o home office é sinônimo de trabalhar de pijamas. Mas isso é um conceito falso e que, aliás, pode prejudicar o rendimento nas atividades remotas.

Isso porque quando não tomamos uma atitude simples, como tirar o pijama e nos preparar para o dia, a tendência é que o nosso corpo e mente não operem da maneira adequada, o que acaba comprometendo a produtividade.

Sendo assim, uma dica é: adote uma rotina e se prepare como se fosse trabalhar fora de casa. Evite permanecer de pijamas e tenha horários definidos para as pausas, como a hora de almoço.

5 – Adote um método de gestão do tempo

Nem todo mundo consegue se organizar de modo efetivo para o home office. Por conta disso, existem métodos de gestão do tempo que podem ajudar às pessoas que precisam de maior concentração, para não perder a produtividade. Conheça alguns modelos:

Jornada intensiva

De modo simples, a jornada intensiva consiste em trabalhar no máximo de sete horas por dia, começando cedo e parando no meio da tarde. 

O segredo dessa metodologia é o foco, sendo possível fazer até 90% do trabalho antes do almoço e, depois, usufruir de mais tempo livre.

Apesar de efetiva para trabalhadores freelancers e autônomos, nem sempre a jornada intensiva é indicada para home office de empresas, já que os funcionários podem ter certos horários a cumprir.

Método pipoca

Também conhecido como workstation popcorn, o método propõe um agrupamento de tarefas diárias em três grandes grupos, em que cada um deles é executado em um local diferente ao longo do dia.

O principal objetivo do método pipoca é manter a mente focada, com um número menor de paradas durante o trabalho.

Regra dos dois minutos

A Two Minute Rule nada mais é do que um esforço para executar diferentes atividades diárias, em apenas dois minutos. 

A intenção é substituir os momentos de dispersão, como o uso de redes sociais, em outros trabalhos que podem ser resolvidos mais rapidamente.

Conclusão

O home office é uma modalidade de trabalho em expansão no Brasil e no mundo. Muito disso, deve-se às suas inúmeras vantagens, como a redução de custos com estabelecimento físico, além da possibilidade de gerenciamento independente do tempo, principalmente para profissionais autônomos e freelancers.

Contudo, apesar de todos os benefícios, o trabalho remoto requer um nível maior de organização, para que não haja o comprometimento da produtividade. 

Sendo assim, é importante adotar uma rotina, para que o home office tenha bons resultados e o trabalho rende uma boa lucratividade, sem sair de casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Leia Também:

10 Dicas Para Um Bom Atendimento ao Cliente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *